A amamentação em livre demanda!

O bebê nasce e você acha que a amamentação é fácil, ele mama de 2 em duas horas, normalmente dorme nesse intervalo, simples assim. Ai você o coloca no peito e ele parece ficar lá por horas e horas e você começa a se perguntar se aquilo esta correto, se seu leite é forte e pior, tenta limitar o tempo do bebê no seios. O contrário também é válido, o bebê mama rápido e aquele tempo não parece ser o suficiente para ele mamar tudo. E agora?

Bom, a verdade é que amamentar pode ser a parte mais difícil de toda maternidade e falo isso depois de ter um parto natural sem anestesia. Pode ser uma dor física muito forte, mas mais do que isso, mistura uma ansiedade, uma insegurança, uma loucura materna!

Mas o que é correto na amamentação? Hoje se indica a livre demanda (é o considerado melhor para o bebê, mesmo que alguns médicos ainda mantenham a antiga afirmação de limitar tempo), mas o que isso significa? Que o bebê decide a hora e o tempo que vai mamar! Simples assim.amamentar

Pode se libertar do caderninho e dos aplicativos de amamentação, não precisa se preocupar com isso mais, quando o bebê mostrar um sinal de que quer mamar, como abrir a boca procurando o peito, fazer uma boquinha de quem esta sugando ou até sugar as mãos, ofereça seu peito a ele, quando ele finalizar um seio (normalmente ele larga ou até dorme muito profundamente quando acaba) você oferece o outro. Se ele mamar um pouco só e largar, você pode iniciar a próxima mamada por esse seio.

Alguns bebês já nascem mais regulados e soltam o peito e voltam a pedir depois de algumas horas, já em casa, meus dois filhos queriam peito 24 horas por dia nos primeiros 2 ou 3 meses. Cada bebê tem um ritmo e é por isso que devemos deixá-lo decidir a quantidade que ele quer, imagina se eu limitasse meus filhos, que precisavam de muito peito a 10 ou 15 minutos? Eles não iriam ingerir a quantidade necessária de leite, iriam ficar irritados ( e eu iria chamá-los de bebês chorões e difíceis e provavelmente atribuiria isso à cólicas)  e provavelmente não ganhariam peso o suficiente, eu me sentiria uma péssima mãe e acharia que a culpa era minha.

Alias isso é uma historia recorrente e não é a toa que ao mesmo tempo que essa orientação era passada às mães, cresciam a quantidade de bebês desmamados cedo de mais.

A verdade é que amamentar é muito difícil, como ja falei e exige muito da mãe e sinceramente é muito pouco compreendido pelos outros, ou seja, a mãe se dedica mas quase nunca é apoiada, pelo contrário. Então é fácil cair em uma mamadeira que tem horário certo (nunca se deve dar mamadeira em livre demanda, pois se sabe ao certo a quantidade de leite ingerida). O bom é que a livre demanda é difícil normalmente pelos primeiros meses mas logo o próprio bebê regula e espaça mais.

Mas é comum um bebê que já mama de forma mais regular, voltar a pedir mais o peito as vezes, pode ser algum salto de desenvolvimento, doença, dente e etc. A verdade é que o seio materno é muito mais do que o melhor alimento para o bebê, é o aconchego, o carinho, o colo compreensivo e qualquer alteração que o abale, é lá que ele vai procurar.

Imagine você, que tem aquela amiga (o) super compreensiva que você sempre conversa e desabafa! Imagine que algo te aconteceu e você liga desesperada para ela, ela não atende, você tenta de novo e ela continua sem atender. Ai ela passa na sua casa na hora do almoço e leva comida, alias, sua preferida, você fica feliz em vê-la, começa a comer e talvez até contar o acontecido, mas ai, ela se levanta, pega seu prato (você terminando ou não) e sai, vai embora.

Como você se sentiria? É assim que seu bebê se sente quando a gente estipula horários e tempo para ele se alimentar! Por isso, amamentação exige doação e tempo, especialmente no começo, mas a boa noticia é que melhora, alias você aprende a fazer quase tudo amamentando! (leia também sobre a teoria da extero gestação AQUI)

Abaixo tem um vídeo meu sobre a livre demanda! Se quiser entender mais assista:

Ja falei que amamentar é dificil? Mas acho que não disse que é também um dos momentos mais sublimes e incríveis da maternidade!

Beijos

Related Post