Como engravidei? Minha historia! Primeira Gestação

Post de: 9 de janeiro de 2014

 

“Oi, tudo bom?

Aqui tudo ótimo e venho aqui muito feliz dar uma excelente noticia: Estou grávida! Pois é, quem reparou nas fotos e percebeu que não estava mais tão sequinha e que a barriga estava levemente estufada? É por isso! Estou com 3 meses e eu e Marcus estamos muito felizes! Por isso, minha rotina de exercícios vai mudar um pouco, na realidade já mudou, não pude fazer muitos exercícios até agora, só agora fui liberada e vocês vão acompanhar tudo! (para quem não me acompanhava, tinha uma rotina de exercícios e postava sempre no blog e no instagram)

gestação como engravidei

Gestação do primogênito Bento

Primeiro, para esclarecer, não quis deixar o exercício do dia de lado. Já tinha a Brunna (personal trainner) como parceira e sabia que seria excelente poder passar para vocês exercícios excelentes com a ajuda de uma profissional. Porém, nos últimos meses, os exercícios foram mais poses para as fotos, pois muitos não podia fazer. É sempre bom, conversar com seu médico, pois cada pessoa é diferente.

Agora, meus assuntos se ligarão muito a isso: gravidez, alimentação, bebes, enfim! Porem, não poderia começar a falar tudo isso sem contar um pouco da minha historia tanto para engravidar, quanto, minha experiencia de gravidez até então. Vou dividir entre ontem e hoje, assim, quem sabe não ajudo outras pessoas que tiveram probleminhas semelhantes aos meus!

Como engravidei?

Minha história não é tão difícil nem trágica, porém, tive algumas dificuldades que acho importante contar. Tudo começou no ano de 2012 quando pensei em parar a pilula. Eu e meu marido não tínhamos um planejamento de quando engravidar nem nada, queríamos deixar rolar e ver o que acontecia. Logo que parei de tomar pílula fui na nutricionista (por acaso, inspiração da semana aqui no blog), e nos exames apareceu um probleminha na minha tireoide.

Esse problema se chama tireoidite, foi detectada pois o hormônio regulador da minha tireoide estava alto, porém o TSH e o T4 normais. Normalmente, só se faz exames com regularidade para ver o avanço da doença que muitas vezes não avança. Porém, no meu caso, avançou para um hipotireoidismo.

Nessa fase, minha menstruação quase não descia, meu cabelo estava mega ressecado, eu estava cansada de mais e meu humor mega instável. De qualquer forma, com o exame afirmando o hipotireoidismo, voltei a tomar pilula!

Me decidi por isso, pois minha endocrinologista explicou que quando você engravida, o bebê que a principio não tem a própria tireoide, usa seus hormônios, ou seja, é importantíssimo que eles estejam em ordem quando você engravida. Muita gente, desenvolve durante a gravidez, pelo mesmo motivo. Mesmo com os hormônios regulados, você precisará aumentar as doses de T4 (em caso de hipotireoidismo) durante a gravidez (com supervisão médica, please). 

Quando tudo voltou ao normal (as vezes leva um tempo para acertar a dose necessária para seu hormônio ficar certinho) parei a pilula novamente. Em maio, parei a pilula e tinha certeza que não teria os mesmos problemas com a menstruação do que antes, mas tive! Fiquei super chateada, porque nunca tive problemas com atrasos  e etc e tinha certeza que era a tireoide o problema maior! Conversando com meu gineco, ele pediu mais exames e descobriu que eu não tinha ovários policisticos (que tem esses sintomas e é muito comum também), mas que minha prolactina estava alta.

A prolactina é um hormônio que uma de suas funções é regular a amamentação no caso de gravidez e quando ele não esta regulado sem você engravidar, você terá baixas chances de isso acontecer. Um dos sintomas, porém que não acontece em 100% dos casos é a falta da menstruação. Esse aumento da prolactina pode ter relação com a tireoide!

Vi que o tratamento era super simples, meu médico pediu para eu tomar um remédio que chama Dostinex por 6 meses. Porém, nem precisou, na segunda semana já percebi que estava ovulando e 1 mês depois descobri a gravidez.

Quis contar isso para vocês, antes de falarmos sobre diversos assuntos da gestação, para que você entenda a importância de cuidar da sua saúde de forma geral antes de engravidar. Eu já me cuido muito, com exercícios, alimentação e etc, e mesmo assim, tive probleminhas, nada grave, porém cuidei de tudo para estar no meu melhor momento ao engravidar.


Por isso, converse com seu médico! Peça para ele fazer exames (inclusive de doenças venéreas como o HIV) faça exame da tireoide antes de engravidar e cuide dela, pois você pode ter problemas na gestação ou na saúde do bebê caso não seja feito. Se suspeitar de algo estranho, converse com ele, fale sobre seus sintomas e relaxe. Deus sabe a hora de colocar uma vida no nosso caminho muito melhor que nós mesmo. Aproveite enquanto não engravidar para comer com saúde, para comer mais legumes, verduras e frutas. Aproveite para perder os quilos extras, para fazer exercícios. Vá viajar e faça tudo que será mais difícil com a chegada desse anjo em nossas vidas. 

Bom, amanhã, contarei para vocês dessa minha experiencia com a gestação! E semana que vem, começaremos com os papos de grávida por aqui. Mas não corra caso não esteja grávida, pois tudo terá a ver com saúde! Além disso, manteremos os assuntos normais de casa, decor e etc.

Beijos,”

Related Post