Dicas sobre Poltrona de Amamentação!

quarto do bebê

Nossa poltrona!

Semana Mundial do Aleitamento Materno e falaremos sobre amamentação, muito, claro! Vou respeitar o cronograma do blog (seg: Casa, Terça: Maternidade, Quarta: Entrevista, Quinta: Vídeo no Youtube e Sexta: Moda, Beleza e etc) e começarei hoje falando sobre a poltrona de amamentação!

Eu como boa Designer de Interiores, quando estava grávida de Bento, foi o primeiro item que comprei. Sim, vi uma linda poltrona bem clássica que não era destinada a amamentação e comprei! Mas confesso que o uso para o propósito não foi dos maiores e por isso quero falar sobre esse item.

A poltrona é aquele item que você encontrará tanto quem tenha usado muito, quanto quem não usou nada! Com Bento usei mais, ficava no quarto isolada amamentando nas primeiras semanas, até me sentir sozinha e entediada o suficiente para migrar para onde tinha mais gente, com a Chiara, já tinha sempre uma companhia, então né?! Mal ficava sentada, quem diria na poltrona. A noite, preferi usar com ela um colchão no chão e quando ela acordava, deitava com ela lá, amamentava deitada, ou seja, não sentei uma única vez na poltrona. Bento já dormia no berço e muitas vezes usei a poltrona a noite sim.

quarto do bebê

Modelo Mutter Foto: Vandi &Cia

A poltrona pode ser para amamentação, algumas balançam, tem o apoio de pé (importante manter os pés para cima nos primeiros dias para não inchar) e etc. Mas em minha opinião, qualquer poltrona confortável faz a função e ainda pode migrar para sala, quarto casal e etc sem problema algum.

O que é importante ter então?

  1. conforto: Antes de comprar sente nela, jogue o corpo para trás, relaxe e veja se ela é confortável. Você estará nela com um bebê no colo, então precisa ser realmente boa!
  2. apoio de braço: É importante ter um apoio de braço nas laterais, assim você consegue sentar e apoiar o braço mais alto para amamentar, da para fazer sem, mas essa rotina, especialmente inicial de amamentação pode ser extremamente cansativa para o braço. Deixe umas almofadas perto para ajeitar da melhor forma.
  3. Apoio para cabeça: ou seja, poltrona com encosto mais alto. Sabe quando você se joga na poltrona e coloca os pés para cima, então, tenha certeza que nessa posição você terá um apoio para sua cabeça. É muito cansativo não ter onde apoiar. A poltrona do Bento era assim e foi super bem, troquei para o quarto da Chiara pelo modelo (já tinha em casa) Eiffle e ela é baixa atrás, achei muito ruim amamentar nela.
  4. Apoio para costas: é natural que a gente fique bem torta durante a amamentação porque se torna cansativo e a gente amamenta muito no inicio, então quando soltamos o corpo na poltrona, ela deve ser confortável, mas firme o suficiente para te manter com a coluna apoiada. Se não, haja dores!

    quarto do bebê

    Modelo mais tradicional que balança Tulipa Baby

Simples assim, qualquer poltrona servirá bem se tiver esses requisitos. Precisa estar no quarto do bebê? Não! Pode ficar no seu quarto, na sala, você provavelmente notará que vai usar ela só no início e por pouco tempo, por isso, é legal até pensar em algo que combine com o resto da casa.

Se você não quiser uma poltrona, não se preocupe. Arranje almofadas confortáveis para amamentar sentada na cama (tem inclusive um modelo que tem formato de poltrona), no sofá e aprenda que amamentar não depende disso. Alias, quanto mais livre da poltrona você estiver, talvez seja mais prazeroso e fácil de amamentar porque se torna comum.

Enfim, como muitas mamães me perguntam da poltrona, aqui esta um post todinho falando disso!

Grande Beijo

Lily

Related Post