Organize-se para voltar ao seu corpo de antes!

Que mulher não se preocupa com a volta do corpo no pós parto? E a saúde? Pois é, a gestação pode ser uma fase difícil, de muito ganho de peso e mudanças e logo que o bebê nasce, já ficamos aflitas para saber se conseguiremos recuperar um pouco do corpo que tínhamos antes.

Com Bento, não tive muita preocupação e mesmo assim, consegui recuperar rapidamente os 17 quilos que ganhei na gestação, porém, não controlei muito a minha alimentação e acabei engordando 5 quilos e meu hipotireoidismo piorou muito. Volta ao peso pos parto

Já na Chiara, decidi que assim que ela nascesse, eu iria fazer uma bela dieta, a principio para ver se recuperava melhor a saúde da minha tireoide e obvio, sabia que favoreceria minha perda de peso que também foi rápida. Por isso, muita gente me pergunta sobre a dieta e essa volta rápida, mas quero dizer que o segredo não estava somente no que eu comia, e sim, na minha organização da cozinha.

O maior segredo para qualquer dieta dar certo é ter os alimentos certos disponíveis em casa. Se você estiver com fome a tarde (e quem amamenta sabe que a fome não é pequena) e tiver como opção sair para comprar algo saudável ou comer a bolacha recheada que esta disponível em casa, ainda mais no puerpério, você vai optar pelo mais fácil e rápido.

No último mês da gestação, faça uns 4 cardápios semanais com receitas. Aqui, faço mais ou menos assim: todas as segundas são sem carne, as terças de peixe, as quartas de frango, as quintas frutos do mar ou peixe novamente e sexta carne vermelha ou porco. Já pesquise na internet e livros receitas nutritivas dentro desse esquema e já coloque no cardápio já com a lista de compras daquela semana.

Se você não tem ajuda, já vai cozinhando coisas que possam ser congeladas, como arroz, feijão, alguns legumes, compre bifes e congele separado (rápido de descongelar e fazer), tempere e faça hambúrguer caseiro, quibe, sopas, molho de tomate e etc. Alias, congele sempre pequenas porções do tamanho da sua refeição ou a refeição já pronta. Tente deixar comida para pelo menos as 2 ou 3 primeiras semanas ali, fácil de descongelar e fazer. Assim, especialmente nesse começo conturbado, você terá o que comer.

Já converse com quem mora com você, marido, irmão, amigo, mãe, sei lá. Se a pessoa não souber, ensine a escolher frutas, legumes, carnes e etc. Já leve essa pessoa no mercado, mostre suas preferencias. Já deixe junto com o cardápio, a lista de compras (que já estará pronta) para cada semana e não se esqueça de colocar coisas saudáveis para o lanche como castanhas. frutas, sucos, tapioca, queijo que goste, leites, café.

Mesmo que as pessoas tenham o costume de ter em casa, converse com eles sobre a necessidade de não ter besteiras estocadas. Deu vontade de comer um chocolate, peça que comprem, comam e pronto. Alias, já é um bom treinamento para quando a criança crescer mais e for se alimentar.

Quando o estoque for acabando, vá repondo, sempre de olho na lista de compras e o cardápio da semana. Alias, se tiver cardápio para uns 2 meses pronto, você poderá sempre usar esse cardápio, variando alimentos e receitas sem enjoar e poderá preparar antes muita coisa e já deixar no freezer. comida congelada

Essa parte é muito importante porque com o bebê pequeno, não temos muito horário, então se você preparar antes tudo que conseguir, poderá fazer isso em qualquer horário que o bebê permita e evita que você fique estressada e morrendo de fome e ainda precise parar para cozinhar. Na noite anterior, você já tira do freezer o que for comer e na hora da fome é só esquentar e no máximo fazer um bifinho ou lavar uma salada.

Ou seja, evite ter o trabalho na hora da fome, é isso que faz com que você corra para comer qualquer coisa.

Se tiver ajuda, peça que deixe algo congelado, facilitará caso a pessoa falte ou haja algum outro contratempo. Mas o cardápio e as receitas já serão a base para essa pessoa manter tudo acontecendo e de forma saudável e gostosa.

O que gosto dessa forma de me organizar é que encontro muita coisa diferente, muita receita gostosa e variamos muito os alimentos. Com comida boa disponível, só como bobeira fora de casa e normalmente de fim de semana. Essa atitude foi a responsável por me alimentar bem e perder o peso pós parto. Espero que te ajude também.

Beijos

Related Post