Precisamos falar sobre alimentação

Hoje venho falar de algo muito sério! Recebi essa imagem no FaceBook (aparentemente o relato é falso, mas a história acontece sim e muito), é um relato de uma mãe em um grupo de alergia alimentar e me fez pensar. Sou chata com a alimentação do Bento, não acho nada normal ver uma criança pequena com obesidade ou colesterol alto, porém, há outros perigos na alimentação que estão escondidos e por isso, devemos sempre respeitar a decisão dos pais de oferecer ou não algo a criança.

Quero falar aqui não somente da alergia alimentar, graças a Deus, nunca tive a nada e nem Bento demonstrou até hoje, mas quero falar da alimentação no geral, na escolha dos alimentos, na importância disso.

Outro dia li rapidamente uma chamada dizendo que estavam zoando a Bela Gil porque ela havia mostrado os lanchinhos da filha Flor, todos saudáveis e confesso que isso me chateou. Achar engraçado uma criança comer de forma saudável me mostra que loucura esta nossa sociedade.

Muita coisa nossos filhos podem aprender na rua, no colégio, mas uma pessoa só aprende o valor da saúde e da boa alimentação dentro de casa! Que fique claro, para mim boa alimentação inclui sim gordura, açúcar, fastfood, porque comida é alimento para a alma também e muitas vezes a alma pede. Mas, ser saudável significa o equilíbrio entre isso, o se alimentar tão bem que um Mc Donalds nunca fará mal, porque é raro. Porém, muitas vezes para chegar a isso, precisamos ser radicais.

Criança gosta sim de brócolis, de legumes, de verduras, ela não vai gostar se não conhecer, ela vai rejeitar se você rejeitar. Crianças são curiosas por natureza e é interessante valorizar essa necessidade que eles têm de provar as coisas diferentes. Claro, é normal crianças desenvolverem gostos e preferirem um alimento ao outro. Mas oferecer a ela é necessário. Eu não fui uma criança que comia de tudo, mas mudei ao crescer, pois esse exemplo eu tinha em casa.

Açúcar faz sim mal para a criança, ao contrário do Sal, ele não traz benefício nenhum ao nosso corpo (pelo contrário, ele rouba nutrientes como Cálcio para ser digerido) e por isso deve ser evitado ao máximo. Tem açúcar em quase todos os industrializados, tem açúcar em quase tudo que você consome, inclusive nas frutas. Já vi um documentário falando que as frutas de hoje são mais doces do que as de 20 anos atrás, pois a procura por frutas doces fez com que os produtores sempre plantassem as mais doces, tornando-as cada vez com mais açúcar!

Para mim o açúcar é grave, pois é uma das coisas que eu e muita gente mais tem dificuldade de moderar. O açúcar é energia rápida e por isso ele se torna viciante ao corpo que pede por ele. Porém, o açúcar é péssimo. O leite do bebê (mesmo o materno) é doce, as frutas também, ele naturalmente consome doces e não tem necessidade nenhuma nem vontade por mais! Nosso corpo tem uma memória gustativa que é formada desde sempre e mesmo o inocente pedaço de brigadeiro, pode tornar a pessoa para sempre alguém que necessita dele.

E as alergias? Muitos alimentos podem causar, chocolate inclusive, leite (consequentemente queijos), glúten, nozes, morangos, ovos, etc. Enfim, em qualquer pedaço que você achar que pode ser até saudável para uma criança, pode conter algo que cause uma crise, por isso, NUNCA ofereça nada ao filho dos outros sem consultar a mãe ou o pai. Alergias normalmente não aparecem nas primeiras vezes que se consome algo, você pode desenvolver alergia a algo na vida, assim como você pode se curar dessa alergia.

Todo esse texto é para além de você pensar no tipo de alimento que oferece ao seu filho, pensar no que se oferece ao filho dos outros. Ou até a tentar te fazer entender as escolhas muitas vezes chatas que nós mães fazemos para o bem do nosso filho! Por favor, respeite…

beijos

Lily

Related Post