Quarto de bebê sem berço? Porque não?

Pode parecer estranho o que vou te falar, mas conheço muitas familias que não usam o berço do bebê quando ele nasce (inclusive eu)! Parece uma afirmação bem estranha, especialmente se você esta grávida do seu primeiro filho, mas nesse post quero contar um pouco sobre isso, o que pode ser inclusive um alívio, caso seu orçamento esteja apertado!

O processo noturno de amamentar pode ser longo, cansativo e sofrido, por isso, talvez você descubra que é mais fácil manter seu filho no seu quarto enquanto ele ainda é pequeno. Seja fazendo cama compartilhada (não é o assunto de hoje, mas deixarei o link AQUI caso queira ler) ou até com opções de berços que ficam acoplados ao lado da cama dos pais ou moisés ou até criando um espaço na qual o bebê desde pequeno possa dormir no chão mesmo (em um colchão, claro).

Essa última opção foi minha alternativa aos 5 meses, quando passei Chiara para o quarto dela, especialmente porque eu poderia deitar ao lado dela e fazê-la dormir se tornou muito menos cansativo! Com Bento, ele acordava ao ir para o berço e eu ficava horas nesse processo de fazer dormir, colocar no berço, ele acorda, pega, faz dormir e etc.

O método, indicado por Maria Montessori (veja posts sobre AQUI e AQUI) pode ser aplicado desde recén-nascido, só peço atenção nesses casos, pois como o bebê não senta ainda, pegar e colocar ele no berço requer cuidado para não termos problemas de coluna depois, ok!? Outra coisa importante é colocar um piso menos frio (como vinilico ou madeira) ou usar um tapete quentinho ou EVA em baixo do colchão para deixar o espaço quentinho!

Uma opção é comprar uma caminha baixa como essas de casinha (ou usar só o colchão mesmo) com colchão tamanho infantil! Além de durar até aproximadamente 4 anos, ele é pequeno e cabe facilmente no quarto. O bebê pode ficar limitado por esses limitadores ou até por um ninho que você pode fazer ou comprar pronto.

quarto montessoriano

Você também pode usar um berço portátil enquanto o bebê é pequeno em cima o colchão. Apesar dos recém nascidos não saberem rolar ou engatinhar e dificilmente cairão do colchão, eles costumam gostar dessa limitação de espaço e se sentem melhor (afinal, mal se mexiam na nossa barriga).

Se preferir ou precisar, pode fazer uma caminha como essa que é feita de espuma, é uma excelente opção para quando o bebê cresce, limita o espaço mas o deixa com liberdade de entrar e sair da cama.

quarto montessoriano

A verdade mesmo é que a gente compra muita coisa no enxoval que não usa ou usa pouco. Muitas vezes até usamos mas não pensamos que existiriam outras alternativas mais práticas e baratas! Essas alternativas acima além de serem mais em conta, duram mais tempo e estimulam desde sempre a independência da criança. Mas é claro que é importante ressaltar que quando damos a liberdade, precisamos redobrar a atenção com o resto do ambiente para possíveis perigos. Por isso, preste sempre atenção em tudo ao redor para não deixar nada que a criança possa se machucar. Mas fora isso, esse método pratico e fácil pode ser incrível. Mas Lily, e a beleza do quarto com um colchão no chão? Bom! Use a imaginação:

 

Related Post